quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Mitos, ritos e Orunmila Il




Autor: Babalawo Ifagbaiyin Agboola

11-As pessoas que não foram feitos para o seu Orisa, iniciados como se diz no Brasil, podem ser iniciados no culto a Egungun ?

Certamente pois todas pessoas tem antepassados, se após uma consulta a Ifa  houver a necessidade ,sim uma pessoa pode até ser iniciado como Ojé. 

12-Uma pessoa iniciada em Orisa pode ser também ser iniciada como Ojé?

Se essa for a orientação de Ifá, uma mesma pessoa pode ser inicia da em vários Orisas, assim como no culto de Egungun, e na egbe de Iya mi,Oro, podendo também ser Ojé,ou até mesmo um Apena Ogboni, tudo depende do seu odu, assim como tem pessoas que devem ser feitas e outras somente iniciadas.

13-Ifá é para todas as pessoas?

Deveria ser, mas em nosso país as pessoas desconhecem essa necessidade, mal comparando se o Orisa é  o veiculo que vai te transportar por toda uma vida, Ifá é  o mapa da estrada, a orientação, o caminho pelo qual você deve seguir com o veiculo.

14-Existe a necessidade de ter um igba ori para dar comida a minha cabeça?

Não existe essa necessidade, na realidade o igba Ori só deveria ser montado após a pessoa consultar Ifá  e ter  conhecimento de seu odu, na consagração  do igba é fundamental conhecer o odu e os Orisas que devem ser cultuados.

15-Uma pessoa pode usar um obé  em rituais de Orisa sem ser iniciado no culto de Ogum?

Na verdade eu já vi isso acontecer muito, deve ser por desconhecimento, alguns rituais se perderam, uma pessoa que não foi iniciada em Ogum não pode usar Obé, uma pessoa que não foi iniciada no culto de Osun jamais pode atender alguém com o jogo de búzios.

Assim como alguém que jamais foi iniciado como Alabe, deve tocar um instrumento de ritual religioso que foi devidamente consagrado.

Embora tudo isso seja parte do nosso dia a dia ainda existe pessoas que conhecem e praticam os rituais de forma correta.

16-Em uma casa durante os rituais de feitura de Orisa, pessoas que não foram iniciadas podem participar?

Quero deixar bem claro aqui, que uma pessoa iniciada, quando muito pode participar de uma iniciação, mas jamais deve participar de uma feitura.

17- qual a diferença entre os Obés usados em rituais de Orisa?

Foi criado uma variação de formas para consagrar os Obés, mas todo obé deve ser consagrado em Ogum, sendo assim não existe diferença entre um e outro obé, a diferença é uma opção de escolha ou uma questão de pratica no uso, conforme o ritual que vamos praticar.

18-Qual a quantia de búzios deve usada no merindilogun, para consultar os Orisas?

O próprio nome está dizendo merindilogun (dezesseis) o número dezesseis é muito importante na religião tradicional yoruba.

Existem alguns casos que podem ser consagrados mais de dezesseis búzios, isso pode acontecer, para substituir os usados em jogo por desgaste.

19-Existe uma regra que deve ser seguida na ordem dos rituais para os Orisas?

Cada situação é determinada por Ifá, se  houver a necessidade de culto a um Orisa que normalmente não é cultuado no dia a dia, devemos seguir a orientação de Orunmila; não existe uma receita cada pessoa tem seu próprio Ori,e cada Ori pode exigir um ritual diferente do outro, assim como cada Orisa,a história do bori com peixe ninguém mais aguenta, é como se todas as pessoas tivessem as mesmas necessidades em seu destino.

20-Toda pessoa tem um cargo na religião?

Na religião como na vida de um modo geral, existem diferentes funções, mas cargos só podem ser determinados por Ifá.


1 Comentários:

Às 30 de janeiro de 2012 16:56 , Blogger syl disse...

Motumbà Babà.Sempre que leio suas postagens fico imaginando qual rumo terá a religião de raiz africana? São tantos conhecimentos.......mas o que se vê a cada dia são absurdos cometidos em nome da religião...... Onde vamos parar?
Mojubà.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial