domingo, 28 de abril de 2013

O que está acontecendo com a nossa religião?
Autor: Babalawo Ifagbaiyin Agboola

Sabe quando sua indignação supera a razão?

Faz pouco tempo, recebi informações que um sacerdote, desenvolveu uma formula magica, uma pomada que torna a mulher extremamente desejada e atraente,  se usada em suas partes intimas, a questão que a pomada só faz efeito se o suposto sacerdote testar antecipadamente na cliente.

Depois de saber que um famoso Oluwo, dá consulta incorporado com o Tranca Rua, juntando com a história da pomada resolvi escrever esse texto.

 O numero de pessoas que me pede orientação é enorme, e a minha responsabilidade em informa é maior ainda.

Tem Babalawo se incorporando com a pomba gira e a cigana, Oluwo que ministra banho em mulheres incorporado, que propõe uma troca de energias, com a cliente, pretendendo uma relação sexual para fins de purificações.

Eu gostaria de poder usar a palavra certa para definir isso, mas a única palavra que me lembro é de baixo calão me desculpem.

Armado com a minha indignação, abaixo faço uma relação de pequenos esclarecimentos, buscando assim desmascarar esse bando de malucos oportunistas, sei que vou arrumar muitos inimigos, já recebi centenas de ameaças,e mais algumas não vai fazer diferença.

1-      Oluwo não incorpora.
2-      Babalawo não incorpora
3-      Iyanifa não incorpora
4-      Oluwo, Babalawo e Iyanifa consulta ifá com opele.
5-      Ifá não responde no merindilogun, quem responde no jogo de búzios é Osun.
6-      Nenhuma pessoa pode iniciar outra em um orisá que ela não seja iniciada, salvo uma única exceção quando tem Iya odu.
7-      Se a pessoa, iniciada não tem Esu e Osun, é impossível que ela atenda com jogo de búzios, ( merindilogun).
8-      Se a pessoa iniciada não tem o assentamento de Ogun, é impossível que ela use o Obé,(faca).
9-      Se em uma casa existe um casal de iniciados, e a mulher recebeu o seu Oye (cargo), antes do marido, o proprietária da casa é ela, e não o marido, não existe a possibilidade, de em uma casa existir dois sacerdotes, com a mesma função, salvo quando tem função subordinada na casa do outro, exemplo, Iya kekere, Iyalode, etc.
10-   Uma pessoa que foi iniciada com um Oye em uma casa, quando se afasta dela, e ingressa em outra casa, deixa de usar o Oye recebido na casa que foi iniciada, salvo a exceção de receber o mesmo Oye nas duas casas.
11-   Um oje iniciado só poderá iniciar outro ojé depois de vestir o egungun principal de sua casa, para isso existem vários rituais e assentamentos próprios no Ile igbo iku.
12-   Um iniciado em Iya mi, somente poderá iniciar outra pessoa depois de cumprir todos os imules.
13-   Um iniciado em Oro, só pode iniciar outras pessoas, que tenham odu para esse tipo de iniciação.
14-   Um Babalawo só se torna Oluwo depois de um longo treinamento e de ter assentado Osun, Iya odu.
15-   Um Awo (Babalawo), em processo de aprendizagem, é liberado para usar opele, em consulta para clientes, após rituais apropriados, até então ele só pode consultar ifá para suas questões pessoais.
16-   Ao cumprimentar os orisas ou outros sacerdotes, a mão esquerda deve ser colocada sobre a direita, no momento que é  colocada a cabeça no chão, essa saudação Ogboni, representa a supremacia feminina.
17-   Existem inúmeras, regras relacionadas ao posicionamento dos membros nos rituais o mais antigo, permanece a direita do sacerdote, o mais jovem a esquerda e se for o caso, de pessoas com o mesmo cargo e a mesma idade, de iniciação, as mulheres permanecem a esquerda e os homens se posicionam a direita.
18-   O pano da costa, das mulheres iniciadas é usado no ombro esquerdo.
19-   O Itague espécie de estola, é parte da indumentária Ogboni, somente permitido o uso para iniciados.
20-   O chamado pano da costa, quando amarrado no ombro, sempre deve ser posicionado do lado esquerdo.
21-   O conhecido pano de cabeça serve, como o nome diz, para cobrir a cabeça, e jamais, deve deixar, “ os cabelos amostras”, o conhecido pano de cabeça faz parte do vestuário feminino, e raramente é usado por homens.
22-   Não existe na indumentária feminina  Yoruba, roupas com decotes exagerados.
23-   Em rituais de etutu a orisa, não é permitido o uso de sapato.
24-   O conhecido solidéu, não faz parte da indumentária no culto ao orisa.
25-   Os fios de conta, (ilekes), não podem ser usados de maneira imprópria, somente um sacerdote de Obatala, usa alabastro branco, somente os Babalawo e os Obas podem usar Ileke ihun, somete os iniciados em ifá podem usar ide ifá.

Para maiores informações, vamos manter uma sequencia de postagens visando contribuir com a divulgação do culto de orisa na religião tradicional yoruba.
Tudo que estou vendo, ser feito, por alguns malucos faz com que eu assuma uma posição publica, não compactuo com as barbaridades que vemos todos os dias, na internet.

Deixo bem claro que entre os meus iniciado, não existe nenhuma  pessoa  autorizada , para fazer  iniciações em Ifá, Egungun, Iya mi, Oro, Egbe orun, Aje, Oloosa, Olookun.






O que está acontecendo com a nossa religião?
Autor: Babalawo Ifagbaiyin Agboola

Sabe quando sua indignação supera a razão?

Faz pouco tempo, recebi informações que um sacerdote, desenvolveu uma formula magica, uma pomada que torna a mulher extremamente desejada e atraente,  se usada em suas partes intimas, a questão que a pomada só faz efeito se o suposto sacerdote testar antecipadamente na cliente.

Depois de saber que um famoso Oluwo, dá consulta incorporado com o Tranca Rua, juntando com a história da pomada resolvi escrever esse texto.

 O numero de pessoas que me pede orientação é enorme, e a minha responsabilidade em informa é maior ainda.

Tem Babalawo se incorporando com a pomba gira e a cigana, Oluwo que ministra banho em mulheres incorporado, que propõe uma troca de energias, com a cliente, pretendendo uma relação sexual para fins de purificações.

Eu gostaria de poder usar a palavra certa para definir isso, mas a única palavra que me lembro é de baixo calão me desculpem.

Armado com a minha indignação, abaixo faço uma relação de pequenos esclarecimentos, buscando assim desmascarar esse bando de malucos oportunistas, sei que vou arrumar muitos inimigos, já recebi centenas de ameaças,e mais algumas não vai fazer diferença.

1-      Oluwo não incorpora.
2-      Babalawo não incorpora
3-      Iyanifa não incorpora
4-      Oluwo, Babalawo e Iyanifa consulta ifá com opele.
5-      Ifá não responde no merindilogun, quem responde no jogo de búzios é Osun.
6-      Nenhuma pessoa pode iniciar outra em um orisá que ela não seja iniciada, salvo uma única exceção quando tem Iya odu.
7-      Se a pessoa, iniciada não tem Esu e Osun, é impossível que ela atenda com jogo de búzios, ( merindilogun).
8-      Se a pessoa iniciada não tem o assentamento de Ogun, é impossível que ela use o Obé,(faca).
9-      Se em uma casa existe um casal de iniciados, e a mulher recebeu o seu Oye (cargo), antes do marido, o proprietária da casa é ela, e não o marido, não existe a possibilidade, de em uma casa existir dois sacerdotes, com a mesma função, salvo quando tem função subordinada na casa do outro, exemplo, Iya kekere, Iyalode, etc.
10-   Uma pessoa que foi iniciada com um Oye em uma casa, quando se afasta dela, e ingressa em outra casa, deixa de usar o Oye recebido na casa que foi iniciada, salvo a exceção de receber o mesmo Oye nas duas casas.
11-   Um oje iniciado só poderá iniciar outro ojé depois de vestir o egungun principal de sua casa, para isso existem vários rituais e assentamentos próprios no Ile igbo iku.
12-   Um iniciado em Iya mi, somente poderá iniciar outra pessoa depois de cumprir todos os imules.
13-   Um iniciado em Oro, só pode iniciar outras pessoas, que tenham odu para esse tipo de iniciação.
14-   Um Babalawo só se torna Oluwo depois de um longo treinamento e de ter assentado Osun, Iya odu.
15-   Um Awo (Babalawo), em processo de aprendizagem, é liberado para usar opele, em consulta para clientes, após rituais apropriados, até então ele só pode consultar ifá para suas questões pessoais.
16-   Ao cumprimentar os orisas ou outros sacerdotes, a mão esquerda deve ser colocada sobre a direita, no momento que é  colocada a cabeça no chão, essa saudação Ogboni, representa a supremacia feminina.
17-   Existem inúmeras, regras relacionadas ao posicionamento dos membros nos rituais o mais antigo, permanece a direita do sacerdote, o mais jovem a esquerda e se for o caso, de pessoas com o mesmo cargo e a mesma idade, de iniciação, as mulheres permanecem a esquerda e os homens se posicionam a direita.
18-   O pano da costa, das mulheres iniciadas é usado no ombro esquerdo.
19-   O Itague espécie de estola, é parte da indumentária Ogboni, somente permitido o uso para iniciados.
20-   O chamado pano da costa, quando amarrado no ombro, sempre deve ser posicionado do lado esquerdo.
21-   O conhecido pano de cabeça serve, como o nome diz, para cobrir a cabeça, e jamais, deve deixar, “ os cabelos amostras”, o conhecido pano de cabeça faz parte do vestuário feminino, e raramente é usado por homens.
22-   Não existe na indumentária feminina  Yoruba, roupas com decotes exagerados.
23-   Em rituais de etutu a orisa, não é permitido o uso de sapato.
24-   O conhecido solidéu, não faz parte da indumentária no culto ao orisa.
25-   Os fios de conta, (ilekes), não podem ser usados de maneira imprópria, somente um sacerdote de Obatala, usa alabastro branco, somente os Babalawo e os Obas podem usar Ileke ihun, somete os iniciados em ifá podem usar ide ifá.

Para maiores informações, vamos manter uma sequencia de postagens visando contribuir com a divulgação do culto de orisa na religião tradicional yoruba.
Tudo que estou vendo, ser feito, por alguns malucos faz com que eu assuma uma posição publica, não compactuo com as barbaridades que vemos todos os dias, na internet.

Deixo bem claro que entre os meus iniciado, não existe nenhuma  pessoa  autorizada , para fazer  iniciações em Ifá, Egungun, Iya mi, Oro, Egbe orun, Aje, Oloosa, Olookun.