quarta-feira, 7 de agosto de 2013

ORIXÁ ONÃ




Autor: Olúwo Ifagbaiyin Agboola

Nos últimos anos tenho atendido vários Bábálòrìşàs com problemas relativos a falta de cliente, em quase todas as casas encontro assentamentos que infelizmente estão muito longe da sua origem, o caso de Onã é um desses.

No Brasil se conhece Onã como sendo um epiteto de exu na verdade Onã em nada tem a ver com exu, ele é um orixá que cultuamos como intermediário na oferta de ẹbợ, etutu, a ifá, orixá, Egúngún e ìyá mi, Onã é uma divindade que cultuamos como forma de buscar um aspecto positivo para o nosso destino ou para o destino de nossa casa.

No assentamento de Onã usamos muitas folhas, divulgarei aqui duas, ewe mesin mesin e ewe Ajé, vai também muito dinheiro, dendê, atare, obi e orogbo, diferente do assentamento de exu, que deve ser preparado com yangui.

O culto a Onã é feito do lado de fora da porta do Ilé ase, normalmente é aberto um pequeno buraco no chão.

Esse culto é muito simples, mas de grande fundamento, como o culto de outras divindades que também são bastante divulgadas, porem com informações confusas e destorcidas.



0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial