quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Minha mãe e o Ifá




Autor: Babalawo Ifagbaiyin Agboola.

Os interesses internacionais ao longo da historia fomentaram ideias expansionistas com finalidades comerciais buscando acomodar a falta ou excesso das colheitas em determinadas regiões.

O homem moderno manipulado pelo marketing e pelos interesses governamentais acompanhou esse raciocínio e hoje o que se vê é um relacionamento muito amplo entre pessoas de vários países na rede social, porem por outro lado as pessoas dentro de suas casas mal conseguem se olhar e os relacionamentos familiares permanecem em grande parte por acomodações de interesse.

As religiões no mundo têm como obrigação instruir o homem para que tenha uma vida melhor com seu semelhante, eu faça uma ressalva, o micro cosmo é o ponto de partida para a ampliação do bem querer, se você não se amar e não amar as pessoas da sua família como a sua mãe, ou o seu pai, como pode se iludir de ter um relacionamento positivo com amigos que de fato você nem conhece.

A família é a grande base, é o alimento, é a agua e o ar que nutri a vida, antes de escrever frases feitas na rede social procure olhar para as pessoas que estão ao seu lado, ter amigos é maravilhoso, mas o respeito a família é fundamental.
O carinho, o respeito e o amor afastam as dificuldades que a sociedade moderna criou como forma de dividir os seres humanos em grupos de consumidores.

A religião yoruba tem em seus princípios o respeito à figura materna como a base da educação, o individuo que não respeita a sua mãe não pode almejar em nenhum momento o carinho dos seus filhos, a mãe é aquela que dá a vida e sem ela a realidade é fria e assustadora.

Hoje em grande parte do mundo a comemoração acontece na rua enquanto na verdade a distancia continua aumentando dentro dos próprios lares.

O mundo moderno obrigou as pessoas a uma disputa, hoje as pessoas lutam por um emprego, por mais dinheiro, por uma bela casa e por um belo carro, mas estão se tornando incapazes de lutar por suas famílias.

Os laços familiares devem ser retomados, devemos abraçar as pessoas que estão ao nosso lado. Infelizmente hoje é comum visualizar as pessoas voltadas exclusivamente para o convívio indireto da rede social, se o convívio familiar fosse mais verdadeiro o relacionamento externo seria menos frio e dissimulado, é fantástico o que a tecnologia nos propõe, interagir, aprender é muito bom quando dentro de nós existe uma conformidade com aqueles que nos rodeiam.

Se você não aceita a sua mãe e a sua família, não vai entender que na sua maioria à realidade virtual retrata as frases feitas e as fotos montadas distanciando o sentimento da imagem.

O religioso quase sempre é antipático aos olhos daqueles que se iludem com apelo comercial quando faz comentários como esse que estou fazendo, mas eu não sou o primeiro, o Papa Francisco e outros lideres religiosos já alertaram as pessoas para esse acontecimento.

O grupo de pessoas que é manejado pela mídia é o mesmo grupo que prefere se iludir que uma simples mudança no calendário vai trazer paz e uma vida nova.

A paz, a tranquilidade e o bem viver são construídos primeiramente dentro de cada um, é necessária uma reflexão sobre o caminho que estamos seguindo.

Em 2016 tudo vai mudar se você mudar, nós devemos dar o primeiro passo, a mudança se desenvolve de forma sutil, mas ao longo da caminhada o prazer da mudança pode ser sentindo.
As vésperas de um novo ano eu convido você a iniciar uma caminhada, caminhe primeiramente de mãos dadas com a sua família, ai sim você vai caminhar em direção a paz.

Escrevo esse texto em um momento de grande alegria, recebi hoje a tarde uma ligação telefônica de minha mãe Ifánawóadé (Yeye oibó), me informando que ela esta vindo para a Bahia, seja muito bem vinda minha mãe.

Previsões para 2016, minha mãe vai estar comigo novamente, saudades!





Minha mãe e o Ifá




Autor: Babalawo Ifagbaiyin Agboola.

Os interesses internacionais ao longo da historia fomentaram ideias expansionistas com finalidades comerciais buscando acomodar a falta ou excesso das colheitas em determinadas regiões.

O homem moderno manipulado pelo marketing e pelos interesses governamentais acompanhou esse raciocínio e hoje o que se vê é um relacionamento muito amplo entre pessoas de vários países na rede social, porem por outro lado as pessoas dentro de suas casas mal conseguem se olhar e os relacionamentos familiares permanecem em grande parte por acomodações de interesse.

As religiões no mundo têm como obrigação instruir o homem para que tenha uma vida melhor com seu semelhante, eu faça uma ressalva, o micro cosmo é o ponto de partida para a ampliação do bem querer, se você não se amar e não amar as pessoas da sua família como a sua mãe, ou o seu pai, como pode se iludir de ter um relacionamento positivo com amigos que de fato você nem conhece.

A família é a grande base, é o alimento, é a agua e o ar que nutri a vida, antes de escrever frases feitas na rede social procure olhar para as pessoas que estão ao seu lado, ter amigos é maravilhoso, mas o respeito a família é fundamental.
O carinho, o respeito e o amor afastam as dificuldades que a sociedade moderna criou como forma de dividir os seres humanos em grupos de consumidores.

A religião yoruba tem em seus princípios o respeito à figura materna como a base da educação, o individuo que não respeita a sua mãe não pode almejar em nenhum momento o carinho dos seus filhos, a mãe é aquela que dá a vida e sem ela a realidade é fria e assustadora.

Hoje em grande parte do mundo a comemoração acontece na rua enquanto na verdade a distancia continua aumentando dentro dos próprios lares.

O mundo moderno obrigou as pessoas a uma disputa, hoje as pessoas lutam por um emprego, por mais dinheiro, por uma bela casa e por um belo carro, mas estão se tornando incapazes de lutar por suas famílias.

Os laços familiares devem ser retomados, devemos abraçar as pessoas que estão ao nosso lado. Infelizmente hoje é comum visualizar as pessoas voltadas exclusivamente para o convívio indireto da rede social, se o convívio familiar fosse mais verdadeiro o relacionamento externo seria menos frio e dissimulado, é fantástico o que a tecnologia nos propõe, interagir, aprender é muito bom quando dentro de nós existe uma conformidade com aqueles que nos rodeiam.

Se você não aceita a sua mãe e a sua família, não vai entender que na sua maioria à realidade virtual retrata as frases feitas e as fotos montadas distanciando o sentimento da imagem.

O religioso quase sempre é antipático aos olhos daqueles que se iludem com apelo comercial quando faz comentários como esse que estou fazendo, mas eu não sou o primeiro, o Papa Francisco e outros lideres religiosos já alertaram as pessoas para esse acontecimento.

O grupo de pessoas que é manejado pela mídia é o mesmo grupo que prefere se iludir que uma simples mudança no calendário vai trazer paz e uma vida nova.

A paz, a tranquilidade e o bem viver são construídos primeiramente dentro de cada um, é necessária uma reflexão sobre o caminho que estamos seguindo.

Em 2016 tudo vai mudar se você mudar, nós devemos dar o primeiro passo, a mudança se desenvolve de forma sutil, mas ao longo da caminhada o prazer da mudança pode ser sentindo.
As vésperas de um novo ano eu convido você a iniciar uma caminhada, caminhe primeiramente de mãos dadas com a sua família, ai sim você vai caminhar em direção a paz.

Escrevo esse texto em um momento de grande alegria, recebi hoje a tarde uma ligação telefônica de minha mãe Ifánawóadé (Yeye oibó), me informando que ela esta vindo para a Bahia, seja muito bem vinda minha mãe.

Previsões para 2016, minha mãe vai estar comigo novamente, saudades!





quarta-feira, 2 de dezembro de 2015


TODAS AS PESSOAS PODEM SER INICIADAS EM IFÁ.


Autor:Babalawo Ifagbaiyin Agboola


Odu Iwori odi


Kosi abiyamo ti ko lee bi Awo l’omo,

Kosi abiyamo ti ko lee bi Orunmila.

Baba eni, bioba bi’ni ni pipe,

Bopetiti, a tun nbi Baba eni l’omo’ Yeye.

Eni, bioba bi’ni ni pipe,

Bopetiti, a tun nbi Yeye eni l’omo. 

daa f’Orunmila, ti o wipe:

Oun maa m’Orun bo wa si aye,

Oun maa mu Aye lo s’Orun.

Ki o baa le se bee dandan,

IFA ni ki o ru ohun-gbogbo ni mejimeji,

Abo ati Ako bayi: - Agbo kan, Agutan kan,

Obuko kan, Ewure kan, Akuko-adiye kan,

Agbebo-adiye kan; ati beebee lo. O gbo o

rubo. Bee ni aye nbisii ti won si nre sii.


TRADUÇÃO

Não existe nenhuma mulher que dê a luz a filhos que não possa dar a luz a um Sacerdote de Ifá.

Não existe nenhuma mulher que dê a luz a filhos que não possa dar a luz a Òrúnmìlà.

Nosso pai, se ele nos dá a luz em plenitude, inevitavelmente nós devemos em tempo dar a luz a ele em retribuição.

Nossa mãe, se ela nos dá a luz em plenitude, inevitavelmente nós devemos em tempo dar a luz a ele em retribuição.

O Ifá foi consultado por Òrúnmìlà, quando ele disse que “Ele trará os Céus abaixo para a Terra, Ele trará a Terra acima para os Céus.”

De forma que ele possa realizar com sucesso sua missão, a Ele foi dito para oferecer tudo em dois, um macho e uma fêmea.

Um carneiro e uma ovelha, um bode e uma cabra, um galo e uma galinha etc.

 Òrúnmìlà escutou, prestou atenção, obedeceu e sacrificou. Assim a Terra tornou-se frutífera e multiplicou grandemente.

( Epega)



TODAS AS PESSOAS PODEM SER INICIADAS EM IFÁ.


Autor:Babalawo Ifagbaiyin Agboola


Odu Iwori odi


Kosi abiyamo ti ko lee bi Awo l’omo,

Kosi abiyamo ti ko lee bi Orunmila.

Baba eni, bioba bi’ni ni pipe,

Bopetiti, a tun nbi Baba eni l’omo’ Yeye.

Eni, bioba bi’ni ni pipe,

Bopetiti, a tun nbi Yeye eni l’omo. 

daa f’Orunmila, ti o wipe:

Oun maa m’Orun bo wa si aye,

Oun maa mu Aye lo s’Orun.

Ki o baa le se bee dandan,

IFA ni ki o ru ohun-gbogbo ni mejimeji,

Abo ati Ako bayi: - Agbo kan, Agutan kan,

Obuko kan, Ewure kan, Akuko-adiye kan,

Agbebo-adiye kan; ati beebee lo. O gbo o

rubo. Bee ni aye nbisii ti won si nre sii.


TRADUÇÃO

Não existe nenhuma mulher que dê a luz a filhos que não possa dar a luz a um Sacerdote de Ifá.

Não existe nenhuma mulher que dê a luz a filhos que não possa dar a luz a Òrúnmìlà.

Nosso pai, se ele nos dá a luz em plenitude, inevitavelmente nós devemos em tempo dar a luz a ele em retribuição.

Nossa mãe, se ela nos dá a luz em plenitude, inevitavelmente nós devemos em tempo dar a luz a ele em retribuição.

O Ifá foi consultado por Òrúnmìlà, quando ele disse que “Ele trará os Céus abaixo para a Terra, Ele trará a Terra acima para os Céus.”

De forma que ele possa realizar com sucesso sua missão, a Ele foi dito para oferecer tudo em dois, um macho e uma fêmea.

Um carneiro e uma ovelha, um bode e uma cabra, um galo e uma galinha etc.

 Òrúnmìlà escutou, prestou atenção, obedeceu e sacrificou. Assim a Terra tornou-se frutífera e multiplicou grandemente.

( Epega)