terça-feira, 26 de abril de 2016

Ifá é o discernimento.



Autor: Babalawo Ifagbaiyin Agboola

É interessante a velocidade do pensamento e a capacidade que temos de nos deslocarmos no espaço e no tempo, no pensar em segundos, nos deslocamos do presente para o passado e de um extremo do planeta a outro. Mesmo assim a capacidade de deslocamento em direção ao futuro com exatidão das previsões, ainda é um sonho da maioria dos seres humanos.

Em quase a totalidade das religiões dispondo de previsões pretenderem antecipar-se aos problemas é quase impossível, com exceção das religiões espiritualistas. Esses segmentos considerados espiritualizados em quase todas as manifestações beneficiam se dessa capacidade, proporcionando uma melhor qualidade de vida para seus adeptos.

A UNESCO considera o Oraculo de Ifá o mais preciso método para prever o futuro de toda a história da humanidade.

Seria maravilhoso se fosse possível disponibilizar todos esses benefícios para a população indistintamente.

Em meus pensamentos busco formas de ampliar o acesso das pessoas a esse Oraculo, algumas pessoas podem achar que é demagogia, mas o trabalho que estamos desenvolvendo confirma essa preocupação.

O projeto Ifá é para todos já iniciou mais de mil e setecentas pessoas e viajamos divulgando ifá quase duzentos mil quilômetros, mesmo assim fico pensando que devem existir outras formas de facilitar o acesso das pessoas á informação contida no oraculo de ifá.

Essa situação que vivo entre o compromisso de zelar pelo sagrado e a necessidade de popularizar o Ifá me tira o sono há bastante tempo. A necessidade de selecionar aquilo que pode ser divulgado e aquilo que deve ser considerado segredo é um exercício a beira do abismo. A plateia oposicionista aguarda ansiosa por um deslize, são eles os mais fervorosos leitores.

Eu acredito que ifá facilita a vida dos seres humanos proporcionando um conforto para quem necessita tomar decisões, implicando diretamente em um dia a dia mais tranquilo.

Uma pessoa iniciada em ifá nos dias de hoje tem muito mais informações que pessoas iniciadas a trinta, quarenta, cinquenta e até cem anos atrás.

A internet ampliou as informações sobre ifá, divulgando informações das mais diversas regiões do território yoruba, coisa que no passado era quase impossível para a maioria dos Bàbàláwos acessar um conjunto tão diversificado de autores.

Antigamente um bom sacerdote tinha em sua memória pouco mais de uma dúzia de versos sobre um odu, nos dias de hoje além dessa informação comum a formação de um Bàbàláwo, o acesso á literatura de respeitados escritores aumenta as informações disponíveis beneficiando diretamente o iniciado.

É fácil encontrar quase uma centena de versos de ifá confiáveis para cada odu, isso tudo massificado traria uma melhora na qualidade de vida da população.

 Imaginemos a seguinte hipótese:

 Com a diminuição da ansiedade referente ás questões futuras o consumo de remédios diminuiria e os gastos com saúde teriam uma queda acentuada, possibilitando a aplicação desses recursos em benfeitorias para a população, como eu disse no começo desse texto os pensamentos se deslocam no tempo e no espaço com muita facilidade, infelizmente coloca-los em pratica é um pouco mais difícil.

Para as pessoas que não conhecem ifá, esse texto pode parecer uma utopia, mas em outros países esse tipo de experiência já vem sendo feito em pequenos grupos há bastante tempo, não como experiência no sentindo amplo da palavra, mas sim como pratica religiosa, trazendo enormes benefícios para os praticantes.

Se uma pessoa tem uma grande quantidade de informação sobre a sua pessoa e sobre o seu futuro o viver evidentemente é facilitado, considerando é claro que as informações sejam colocadas em pratica.

O sonho da terra prometida tão comum ás outras religiões a meu ver em nossa crença é palpável e de fácil assimilação.

O beneficio da palavra não é para quem escuta e sim para quem a pratica.


 Enquanto a religião orientar o homem a seguir no sentido sul e a ganância o desvia- lo para o norte, o beneficio do sentir teológico e da aplicação filosófica no dia a dia fica imperceptível, Resta clamar a população por discernimento.



0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial