terça-feira, 14 de março de 2017

Logística e o Ifá.



Autor: Bàbáláwo Ifágbaíyin

Essa noite conversei com uma pessoa que esta fora do país por telefone e ela me disse que mantém contato com algumas pessoas por questão de logística.

Interessante como os homens reagem sobre pressão, nesses momentos as pessoas mostram o seu interior.

Valores como carinho amor e respeito se perderam ao longo da árdua caminhada humana, o dito desenvolvimento apurou tanto o modo de pensar de alguns indivíduos que o bom senso desapareceu completamente.

Imaginem ter que manter um contato por simples interesse em logística.

A comercialização dos sentimentos é retratada ao longo da historia da humanidade até com certa naturalidade, mas a verdade é que toda vez que nos deparamos com esse tipo de situação percebemos como o ser humano ficou embrutecido.

O dinheiro e o poder se tornaram a força propulsora da humanidade, a relação inter pessoal passou a ser monitora concomitante com a conta bancaria.

O que nós devemos questionar diante desses fatos é até que ponto as pessoas usam as outras e se deixam serem usadas?

O empobrecimento das relações parece que é uma crescente, que infelizmente a poucos ainda se espantam, com esses fatos, embora em um ponto todos concordamos, sentimento está se tornando coisa do passado.

E viva a logística!

Evidentemente até que apareça outro ponto estratégico e logístico melhor, todos seguem amigos.

Devemos rezar para Òrúnmìlà para que o mundo moderno não nos envolva nesse mar de gelo chamado interesse.

Ifá mantenha-me digno diante de tudo isso, Ifá me mantenha forte diante desses fatos.

Ifá coloco meu destino em suas mãos.

Ajagunmale me julgue.

A terra é testemunha dos meus atos.

Edan me julgue.




0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial