domingo, 24 de junho de 2018

A guerra suja contra os Òrìşàs.


A guerra suja contra os Òrìşàs.


Autor: Olúwo Ifagbaiyin

Não me perguntem o que os Òrìşàs podem fazer por vocês.
Me falem sobre o que vocês podem fazer pelos Òrìşàs.
Me fale como é que você está lutando para defender a nossa religião das agressões evangélicas.
A guerra suja está em andamento e o plano a longo prazo da Universal é a presidência da República.
Eu pergunto quanto tempo a nossa religião vai sobreviver se isso acontecer.
Já tivemos uma amostra do comportamento desse povo com o Crivella no Rio de Janeiro.
Esse povo sujo não respeita as nossas tradições e a nossa fé.
Esse povo vai rasgar a constituição e nós vamos ser tratados como bandidos.
Quando esse povo tomar o poder vamos ser perseguidos como animais e a nossa fé vai ser considerada crime.
Isso está muito claro quando assistimos os programas nas emissoras evangélicas, essa gente nos denomina como filhos de Satanás.
Mas se observarmos com cuidado quem tem rabo e chifre é o idealizador desse projeto, o bispo de Satanás Macedo.
Eu pergunto, quantas pessoas foram acreditas é até mortas vitimadas por fanáticos, estimulados por esse louco?
A questão que deve ser respondida pelas autoridades é a seguinte:
 Por que esse monstro está livre?
Por que ele ainda não foi investigado e responsabilizado por tudo que está acontecendo?
Então não me falem dos ritmos, das cores e dos sabores.
Me falem da dor, da opressão e do sofrimento de pessoas simples que tem suas casas invadidas.
Me falem do terreiros queimados, das pessoas apedrejadas e da sequência de ofensas imperdoáveis.
Me falem de como vamos lutar nessa guerra suja.


quarta-feira, 6 de junho de 2018

È S Ì




 
Devido à grande procura pelo curso de filosofia e teologia Yorùbá resolvemos reabrir as inscrições na Escola Superior de Ifá.
No início tínhamos uma capacidade técnica para atender mil pessoas devido à grande procura tivemos que fazer um upgrade e aumentar a capacidade para três mil pessoas.
O sucesso foi enorme no dia de ontem e superamos o número de três mil pessoas e isso nos obrigou a fazer um novo upgrade possibilitando assim que um número bem maior de alunos possa participar dos nossos cursos.
Para isso resolvemos reabrir as inscrições, agradecemos o carinho de todos com o nosso trabalho.

FAÇA SUA INSCRIÇÃO!

www.escolasuperiordeifa.com.br

quinta-feira, 31 de maio de 2018


Parabéns


Texto: Oluwo Ifagbaiyin

Hoje é um dia histórico para a Religião tradicional Yorùbá no Brasil, a Escola Superior de Ifá começou a funcionar como um estimulo para todos que tem um sonho de ver o respeito pela nossa religião resgatado em nosso país.

Hoje um sonho se tornou realidade, o conhecimento está finalmente ao alcance daqueles que não tem condições financeiras para receber uma formação adequada para praticar a sua fé.
Hoje o conhecimento sobre òrìsà está disponibilizado e as informações começam a ser reveladas sem custos que outrora proibiam o acesso.

O Ifá é patrimônio da humanidade e não é nenhum acadêmico que vai transmitir o saber que somente os iniciados tem acesso.

Não é um professor de Harvard que vai desenvolver a tese sobre o òrìsà e o homem em um banco de uma universidade distante da realidade que só a fé desnuda o sagrado.

A pessoa mais indicada para falar sobre ifá é um Bàbáláwo, e não poderia ser diferente.
 Os guardiões da Teologia e da Filosofia Yorùbá são os Bàbáláwos.

A sobrevivência das tradições Yorùbás só foi possível com o trabalho de memorização dos versos de Ifá pelos Bàbáláwos.

Historicamente a função dos Bàbáláwos nas antigas cidades Yorùbás fortaleceu a imagem do sacerdote de Ifá não como um simples religioso e sim como um grande líder imensamente respeitado e admirado pela comunidade.

 O Bàbáláwo é o responsável pela conservação e a divulgação da Teologia e da Filosofia de todos os praticantes do Ẹ̀sìn Ìbílẹ Yorùbá.

O Bàbáláwo tradicional entre outras atribuições, faz casamentos, batizados, rituais fúnebres ao mesmo tempo que, orienta o posicionamento político de seus iniciados.

Mesmo as autoridades e os representantes do governo na Nigéria, assim como os sacerdotes das outras religiões praticadas no território Yorùbá reconhecem a autoridade do Bàbáláwo.

A distinção chega ao ponto de muitos Bàbáláwos serem aclamados com o termo Kabiyesile (majestade em casa) nas ruas e no comércio, tanto isso é verdade que somente é permitido o uso de alguns símbolos da realeza daquele país por Bàbáláwos.

A Posição de um Bàbáláwo na sociedade no território Yorùbá, é constantemente exaltada nos versos de Ifá, e o respeito da população por esses sacerdotes também.

Um Bàbáláwo não é somente o representante direto de Òrúnmìlá na terra, ele é um representante de Olódùmarè como diz o verso do Odu Òtúrá Irẹtẹ.

As pessoas devem respeitar os Bàbáláwos e os Bàbáláwos devem agir de maneira que esse respeito seja conquistado como exercício de vida dignificando a determinação de Olódùmarè.

Acesse o link:
Escola Superior de Ifá.
www.escolasuperiordeifá.com.br





segunda-feira, 28 de maio de 2018

Escola superior de Ifá (ÈSÌ).

Escola superior de Ifá (ÈSÌ).


Mais de duas mil pessoas fizeram as inscrições para o curso de Filosofia e Teologia Yoruba, faça a sua inscrição e se junte a nós nessa caminhada rumo ao futuro.
Aprenda sobre a nossa religião sem sair de casa na Escola Superior de Ifá.
Se no Brasil existem escolas para a formação de sacerdotes católicos, budistas, islâmicos e do judaísmo, porque algumas pessoas se opõe a criação da Escola Superior de Ifá?
Se em todas as religiões os sacerdotes tem que estudar, será que é só na nossa religião que as pessoas devem dispensar os estudos?
Venha estudar conosco, a Escola Superior de Ifá quer participar da formação de nossos sacerdotes.
Temos que ter homens e mulheres preparados para representar o nosso povo nas decisões desse país.
Junte se a nós, vamos estudar juntos, juntos somos mais fortes.
Faça a sua inscrição:

domingo, 27 de maio de 2018

Escola superior de Ifá (ÈSÌ).

Escola superior de Ifá (ÈSÌ).



Mais de duas mil pessoas fizeram as inscrições para o curso de Filosofia e Teologia Yoruba, faça a sua inscrição e se junte a nós nessa caminhada rumo ao futuro.
Aprenda sobre a nossa religião sem sair de casa na Escola Superior de Ifá.
Se no Brasil existem escolas para a formação de sacerdotes católicos, budistas, islâmicos e do judaísmo, porque algumas pessoas se opõe a criação da Escola Superior de Ifá?
Se em todas as religiões os sacerdotes tem que estudar, será que é só na nossa religião que as pessoas devem dispensar os estudos?
Venha estudar conosco, a Escola Superior de Ifá quer participar da formação de nossos sacerdotes.
Temos que ter homens e mulheres preparados para representar o nosso povo nas decisões desse país.
Junte se a nós, vamos estudar juntos, juntos somos mais fortes.

Faça a sua inscrição:


quarta-feira, 23 de maio de 2018

Escola Superior de Ifá (ÈSÌ)


Escola Superior de Ifá (ÈSÌ).



Mais de duas mil pessoas fizeram as inscrições para o curso de Filosofia e Teologia Yoruba, faça a sua inscrição e se junte a nós nessa caminhada rumo ao futuro.
Aprenda sobre a nossa religião sem sair de casa na Escola Superior de Ifá.
Se no Brasil existem escolas para a formação de sacerdotes católicos, budistas, islâmicos e do judaísmo, porque algumas pessoas se opõe a criação da Escola Superior de Ifá?
Se em todas as religiões os sacerdotes tem que estudar, será que é só na nossa religião que as pessoas devem dispensar os estudos?
Venha estudar conosco, a Escola Superior de Ifá quer participar da formação de nossos sacerdotes.
Temos que ter homens e mulheres preparados para representar o nosso povo nas decisões desse país.
Junte se a nós, vamos estudar juntos, juntos somos mais fortes.

Faça a sua inscrição:

segunda-feira, 30 de abril de 2018

Òrìşà, mais ou menos.


Autor: Oluwo Ifagbaiyin Agboola.
Os padres católicos apreendem filosofia e teologia, o mesmo acontece com os sacerdotes do Judaísmo, do Budismo, do Islamismo e também do Xintoísmo, etc.
Os nossos sacerdotes deveriam ser preparados para poder participar da gestão do nosso país representando os interesses da nossa religião.
Ao contrário disso o que é visto na maioria dos casos é escândalos nas páginas policiais.
O ideal seria que todos se preocupasse com esses detalhes.
Infelizmente não é isso que acontece.
Em um país que tem um presidente, mais ou menos, um senador mais ou menos para o futuro, vários governadores mais ou menos e inúmeros prefeitos e deputados mais ou menos, e que prepara médicos mais ou menos, engenheiros mais ou menos, advogados mais ou menos e sacerdotes mais ou menos.
O resultado é um país com uma segurança mais ou menos, uma educação mais ou menos, uma saúde mais ou menos, e muitos prédios mais ou menos caindo.
O que nós temos muito bom no Brasil é críticos, nesse quesito o nosso país é campeão.
Ao invés de criticar as pessoas deveriam criar novos caminhos, possibilitando que o nosso povo tivesse mais acesso a informação assim nós teríamos menos despreparados e mais dignificados para o sacerdócio.
O conhecimento, fortalece a postura que representa o conhecimento de nossos antepassados e a tradição se afastando do desejável folclore.
O conhecimento desmitifica as superstições e possibilita um diálogo reconhecido pela comunidade e respeitado pelas autoridades e a sociedade dos mais diversos seguimentos e a sociedade como um todo.
Estudar é preciso!