segunda-feira, 8 de julho de 2019

Inteligência, experiência ou a honestidade?


 Inteligência, experiência ou a honestidade?




Outro dia uma pessoa muito inteligente me perguntou o que não pode faltar em um sacerdote, a inteligência, a experiência ou a honestidade?

Não foi difícil responder a pergunta do meu amigo, a honestidade é insubstituível na vida de um sacerdote.

Eu conheci muitos sacerdotes que não são muito inteligentes que tem sucesso e alguns com pouca experiência que tem bastante fama.

Mas não conheci nenhum sacerdote desonesto que tem uma vida feliz.
A honestidade é a base da satisfação em fazer religião diariamente.

 Poder olhar nos olhos das pessoas e perceber que elas confiam em você é um prazer que poucos conquistam nesse mundo de desonestidades e conflitos por falta de caráter.

Um Bàbáláwo ou um Bàbálóòrìşà deve ser honesto e deve parecer honesto.

A aparência e o comportamento de um ministro religioso pode prejudicar o trabalho de seus antepassados.

Eu vejo na internet algumas pessoas que se dizem sacerdotes e que se vestem como se estivessem na praia.

No odu Irẹtẹ Obàrà fala sobre a elegância de uma pessoa séria. Fala importância de um sacerdote se   vestir de acordo com a ocasião.

Não basta ser honesto tem que parecer honesto.

Texto: Oluwo Ifágbaiyin Agboola

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Inteligência, experiência ou a honestidade?

  Inteligência, experiência ou a honestidade? Outro dia uma pessoa muito inteligente me perguntou o que não pode faltar em um ...